http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/issue/feed Revista Sol Nascente 2024-05-16T13:46:30+00:00 Eliseu Chipaco eliseu.chipaco@ispsn.org Open Journal Systems http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/286 NÍVEL DE CONHECIMENTO E ACTITUDE SOBRE A PREVENÇÃO DA CÁRIE DENTÁRIA EM ADULTOS NO MUNICÍPIO DO HUAMBO 2024-04-29T06:28:27+00:00 JOAQUINA ANTÓNIA MANUEL jilvanamanuel@gmail.com ANGELINO CHITOMA DOMINGOS achdomingos@gmail.com LOTE MIGUEL MANUEL Chicambim@gmail.com <p>A cárie dentária tem um potencial de causar um impacto negativo na qualidade de vida dos indivíduos, levando a um prejuízo das actividades diárias pela ocorrência de dor, perda do sono, dificuldade em se alimentar, interferência nas relações sociais e diminuindo a auto-estima. O presente estudo tem como objectivo avaliar o nível de conhecimento sobre a prevenção da cárie dentária em adultos, no município do Huambo. Trata-se de um estudo descritivo com uma abordagem quantitativa, cujos participantes foram indivíduos com diagnóstico de cárie com idades de 18 a 65 anos de idade. A amostra foi constituída por 50 indivíduos que foram seleccionados através da amostragem por conveniência. Os participantes da pesquisa foram convidados a preencherem um questionado semi-estruturado composto por 9 perguntas. Verificou-se que 18 (36%) fazem a escovação uma vez por dia. Por outro lado, verificou-se que a maioria dos participantes (80%) afirmou que não utilizam fio dental. Em relação ao uso de pasta dental, 84% utilizam pasta dental com flúor. Por outro lado, em relação à quantidade de vezes que procuram o dentista, 33 participantes (66%) afirmaram que não o procuram durante um ano. Em gesto de conclusão, no presente estudo constatou-se que os participantes têm conhecimento insuficiente sobre as medidas de prevenção da cárie dentária, por isso torna-se importante implementar as acções educativas para elevar os conhecimentos sobre as medidas preventivas e, consequentemente, contribuir na redução da prevalência da cárie dentária no Hospital Geral do Huambo.</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 JOAQUINA MANUEL, ANGELINO DOMINGOS, LOTE MANUEL http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/287 DETERMINAÇÃO DA COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL DA FARINHA DE MANDIOCA TORRADA DE MALANJE E UÍGE 2024-04-29T06:54:34+00:00 JOSUÉ MARCELINO josue.marcelino@ispsn.org <p>O presente trabalho foi elaborado com a finalidade de caracterizar química e fisicamente os derivados da mandioca (Manihot esculenta Crantz), nomeadamente fuba de bombó (vendida no Shoprite) e farinha de mandioca torrada, produzidas nas províncias de Malanje e Uíge. Para dar maior consistência ao trabalho, foi feito um acompanhamento exaustivo ao processo de produção dos derivados de mandioca com os agricultores das províncias de Malanje e Uíge, tendo como base de análise os seguintes pontos: vias de transformação e métodos de conservação, que permitiu a compreensão das propriedades químicas contidas nestes derivados. A composição química foi levada a efeito mediante os métodos analíticos descritos internacionalmente. Os dados foram processados com a utilização do software estatístico SPSS versão 22. Fez-se, ao longo do trabalho, uma descrição dos procedimentos tradicionais da produção da farinha de mandioca torrada. Entre os resultados encontrados, destaca-se a igualdade da composição centesimal dos derivados da mandioca das localidades de Malanje e Uíge. A composição química da fuba de bombó demonstra que a raiz da mandioca é um alimento predominantemente amiláceo. Contém ainda um considerável teor de fibras (5,22 / 5,95) e uma baixa concentração de lípidos e proteínas. Embora os procedimentos de produção da farinha de mandioca torrada nas províncias de Malanje e Uíge sejam similares, a coloração das farinhas é diferente, porque os produtores do Uíge adicionam óleo de palma. Portanto, os derivados de mandioca estudados apresentam valores de Potencial de Hidrogénio (3,83 / 3,86), Acidez Total Titulável (1,6) e conteúdos de água óptimos para sua preservação.</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 JOSUÉ http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/288 ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM ACERCA DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM EM INVESTIGAÇÃO EM SAÚDE NO MUNICÍPIO DO SUMBE – ANGOLA 2024-04-29T07:38:47+00:00 HERCULANO CHITUNGO CHITUNGO herculano.chitungo@ispcs.ao VANDERLEIA BENEDET REUS leiareus@gmail.com BERNARDO ABEL NETO ber.neto938@gmail.com <p>Esta pesquisa tem como objectivo analisar a percepção dos estudantes do quarto ano do curso de graduação em enfermagem, acerca do processo de aprendizagem na disciplina de Seminário de Resultados de Investigação, face aos projectos de iniciação científica realizados e apresentados por estes (estudantes), após a conclusão da disciplina no ano lectivo 2022/2023 institucionalizado no município do Sumbe, em Angola. Foi realizado um estudo de abordagem mista e aplicado um questionário como instrumento de colheita de dados. A amostra é constituída por 23 estudantes, sendo 14 do sexo feminino e 09 do sexo masculino, com idade média de 25 anos. Os resultados obtidos assinalam a necessidade de alterações metodológicas e didácticas que possam aperfeiçoar cada vez mais a aprendizagem de conceitos de investigação científica. Percebeu-se, também, a necessidade de repensar as metodologias de ensino utilizadas e propor novos recursos teórico-práticos que promovam a aprendizagem de forma significativa. Nessa perspectiva, o processo de ensino-aprendizagem deve ir além das habilidades técnicas e tecnológicas. É preciso partir de situações/problemas do dia-a-dia para, assim, motivar o desenvolvimento do senso de criticidade, participação e reflexão dos discentes.</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 BERNARDO NETO, HERCULANO CHITUNGO, VANDERLEIA REUS http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/289 FORMAÇÃO DE PROFESSORES E SUA INFLUÊNCIA NO SISTEMA EDUCATIVO ANGOLANO: ESTUDO EXPLORATÓRIO (ISCED-HUAMBO) 2024-04-29T08:02:45+00:00 GILSA MUNANA SEBASTIÃO gilsamunana@hotmail.com IRENE INAKULO MOISÉS ireneinakulomoises@gmail.com <p>Sendo a formação inicial de professores considerada a génese da profissionalização docente, com este estudo, pretende-se analisar a influência da formação de professores angolanos em processo de formação contínua seja ela profissional, ou académica, sua autonomia e satisfação profissional docente. Recorreu-se a um estudo quantitativo, com breve revisão bibliográfica, análise documental e discussão baseada na documentação consultada e nas experiências das autoras na docência, tendo construído e aplicado um questionário de natureza dicotómica aos 311 professores que frequentavam os cursos de Mestrado e Doutoramento no Instituto Superior de Ciências da Educação do Huambo. Usou-se também a estatística descritiva suportada pelo programa SPSS. Os resultados permitiram concluir&nbsp;&nbsp; que, os professores, maioritariamente, se sentem competentes, autónomos e confiantes a desempenhar a sua profissão. Entretanto, os professores com formação média docente, manifestaram-se mais preparados para a docência.</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 GILSA SEBASTIÃO, IRENE MOISÉS http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/290 APLICAÇÃO DAS METODOLOGIAS ACTIVAS NAS AULAS DE LÍNGUA PORTUGUESA NO ENSINO PRIMÁRIO NO MUNICÍPIO DO GOLUNGO ALTO/ANGOLA 2024-04-29T08:22:52+00:00 FRANCISCO LUIS MATEUS franciscanomateus@gmail.com <p>A nossa pesquisa possibilitou-nos averiguar que no Golungo Alto ainda se encontram professores que orientam o processo de ensino-avaliação-aprendizagem de forma descontextualizada da vida dos estudantes. O presente artigo tem como objectivo analisar os factores endógenos e exógenos que levam os professores do Complexo Escolar nº 1006-Cacolombolo a não utilizarem as metodologias activas no ensino da Língua Portuguesa. A pesquisa é qual-quantitativa. Servimo-nos do procedimento técnico bibliográfico. Para a recolha de dados, utilizamos as técnicas de observação e o inquérito por questionário. Fizeram parte da população 20 professores. Os resultados da pesquisa apontaram que os professores apresentam inúmeras dificuldades na aplicação das metodologias activas nas aulas de Língua Portuguesa. Assim, para amenizar esta problemática é fundamental que se dê mais atenção e importância na formação inicial e contínua dos professores e que a formação contínua parta dos problemas que os professores vivenciam durante as suas práticas educativas e que as Zonas de Influência Pedagógica valorizem mais a Pedagogia da Cooperação.</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 FRANCISCO MATEUS http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/291 DIAGNÓSTICO SOBRE O USO DAS METODOLOGIAS ACTIVAS, EM CIÊNCIAS NATURAIS NA 5.ª E 6.ª CLASSE 2024-04-29T08:42:26+00:00 ANTÓNIO ESTEVES TOMÁS antonioestevestomas2703@gmail.com <p>O trabalho ora apresentado, tem como tema “Diagnóstico sobre o uso das metodologias activas, em ciências naturais na 5.ª e 6.ª Classe”. A referida investigação tem como objectivo geral “ Diagnosticar as causas que dificultam a utilização das actividades teórico-práticas, laboratoriais, nas disciplinas de ciências da natureza da 5.ª e 6.ª classe.</p> <p>Após a formação do mestrado do autor, em Portugal e dos estágios em Angola, as experiências demonstraram, que, as metodologias de ensino e aprendizagem implementadas no nosso país diferem com as práticas de ensino actuais de outros países, estes factos, despertaram interesses de indagar as reais formas metodológicas aplicados no PEA, em Angola e entre outras evidências constatadas nas observações na da realização dos primeiros contactos para as práticas pedagógicas supervisionadas, percebeu-se que os métodos em uso, já não são adequados e é notório a ausência das actividades teórico-práticos. Face a este contexto, realizou - se uma série de investigações para se perceber as reais causas, que dificultam a implementação ou não das actividades teórico-práticas; e hipoteticamente, talvez a falta de preparação dos professores para o efeito, as condições precárias de trabalho, entre outros, estarão na base do problema; por isso, foram aplicados os inquéritos e analisados os resultados quantitativos e qualitativos, a pesquisa revela que, dos 100% da população inquirido, dos quais 57% as evidências indicam que, os professores não foram preparados para o uso das metodologias activas, e a falta de condições para a sua implementação efectiva, estão na base da origem dos problemas.</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 ANTÓNIO TOMÁS http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/285 IMPLICAÇÕES DA RELAÇÃO ESCOLA – FAMÍLIA NOPROCESSO DE ENSINO-ARENDIZAGEM EM ESCOLAS DO MUNICÍPIO DO HUAMBO 2024-04-29T09:08:35+00:00 ABEL JOSÉ DA SILVA adasilva00@gmail.com ADRIANO TCHITAWE SAVILOMBO savilombo@gmail.com NEUSA DO CÉU MARCELINO MONTEIRO SAVILOMBO neusamonteiro@gmail.com <p>O presente estudo comparativo está centrado nas implicações da relação escola-família no processo de ensino-aprendizagem em algumas escolas públicas e privadas do Município do Huambo, visto que, a ausência dos pais e encarregados de educação na vida escolar dos alunos do Ensino Primário, fundamentalmente, aumenta a cada dia que passa e, como consequência, o seu aproveitamento escolar nem sempre é positivo. Por isso, entendeu-se realizar este estudo com objectivo de comparar o “comportamento” da relação escola-família entre algumas escolas públicas e privadas do Município do Huambo, tendo em conta as suas implicações no processo de ensino-aprendizagem dos alunos. Esta intenção concretiza-se por meio da comparação dos resultados obtidos por um processo de triangulação metodológica utilizada, cujos dados resultaram da aplicação prévia de instrumentos empíricos. O estudo seguiu o modelo quali-quantitativo e o tipo de investigação descritivo, com a utilização dos métodos de revisão bibliográfica, análise-síntese, indutivo-dedutivo, o comparativo, bem como entrevista ao corpo directivo e questionário aplicado aos professores e aos encarregados de educação das escolas objecto de estudo. Os resultados da investigação, obtidos com aplicação dos métodos e respectivos instrumentos, revelaram que as causas da ausência dos pais e encarregados de educação da vida escolar dos seus filhos são o trabalho, a pouca cultura participativa, a falta de interesse pela vida escolar do filho/educando.</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 ABEL DA SILVA, ADRIANO SAVILOMBO, NEUSA SAVILOMBO http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/293 ESCOLA, CURRÍCULO E TECNOLOGIAS DIGITAIS EM ANGOLA: TENDÊNCIAS E DILEMAS DA EDUCAÇÃO PARA O PERÍODO PÓS-COVID-19 2024-04-29T09:28:52+00:00 ALFREDO PAULO alfredopaulo1ap@gmail.com <p>A compreensão do impacto da COVID-19 sobre a educação é de extrema importância, no sentido de se buscar maneiras de aperfeiçoar as medidas e os recursos ora tomados para um futuro incerto. Este estudo reflecte sobre tendências e desafios da educação angolana para o período pós-pandémico, problematizando a questão da escola, do currículo e das tecnologias digitais num contexto onde a estabilidade é a própria mudança. Em termos metodológicos, a pesquisa é de natureza qualitativa e se vale de referenciais bibliográficos e documentais obtidos mediante leitura heurística da documentação relacionada. A triangulação das leituras permite sinalizar a necessidade de um repensar urgente e pragmático do processo educativo, permitindo uma maior flexibilidade curricular e espácio-temporal, dinâmicas cooperativas solidárias, amparadas pelo solucionismo tecnológico digital inclusivo e pela capacidade de adaptação dos agentes educativos, favorecendo uma prática educativa emancipadora voltada para a cidadania e incerteza globais.&nbsp;</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 ALFREDO PAULO http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/292 ANÁLISE DA EMERGÊNCIA DO PROFESSOR 2.0 E AS POTENCIALIDADES PEDAGÓGICAS DO USO DA WEB 2.0 NO ENSINO SECUNDÁRIO GERAL: ESTUDO DE CASO 2024-04-29T09:48:40+00:00 CLÁUDIO JOÃO SINDIQUE claudio.sindique@uem.ac.mz <p>Este artigo procurou discutir resultados de um estudo de caso efectuado com 24 professores numa Escola Secundária em Moçambique. Inicialmente, o artigo aborda sobre dois conceitos interdependentes: o professor 2.0 e a Web 2.0 enquanto potencialidades pedagógicas no ensino-aprendizagem. A pesquisa seguiu uma abordagem combinatória qualitativa e quantitativa, com a finalidade descritiva e exploratória. Os dados foram colectados através da análise bibliográfica e com os instrumentos de questionário semi-abertos. A seguir, fez-se análise, interpretação e discussão dos resultados. Da análise e discussão dos dados recolhidos, concluiu-se que os professores da escola estudada enfrentam inúmeros desafios no uso da Web 2.0, desde a inclusão digital, domínio da linguagem computacional para uma nova prática pedagógica, inclusão das novas ferramentas digitais no currículo, conflitos geracionais entre os nativos digitais e imigrantes digitais e a falta de capacitação sobre o uso dessas ferramentas da Web 2.0. Os resultados também evidenciaram por parte dos professores que apesar dos desafios apresentados, a Web 2.0 possibilita o envolvimento dos alunos em participarem das aulas com as TIC’s. Os professores acreditam que o uso das TIC’s, no desenvolvimento do currículo, pode fortalecer um ensino mais colaborativo e construtivo na sala de aulas, por meio de métodos instrucionais baseados na distribuição da Web 2.0.</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 CLÁUDIO SINDIQUE http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/294 PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE PLANO DE GESTÃO DE DADOS INDEXADA NA BRAPCI 2024-04-29T10:25:38+00:00 PAULA CARINA DE ARAÚJO paulacarina@ufpr.br VIVAZ BANDEIRA vivazb86@gmail.com <p>No contexto da ciência aberta, a gestão de dados científicos implica a elaboração de um plano, no qual se descreve como os dados serão gerenciados, durante e após a pesquisa. Partindo do pressuposto de que o plano de gestão de dados de pesquisa é um documento formal que orienta todo o processo de coleta, organização análise, disponibilização e reuso dos dados, se busca neste artigo analisar a produção científica sobre Plano de Gestão de Dados indexada na Base de Dados Referenciais de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação. Trata-se de uma pesquisa exploratória, quanto aos fins e bibliográfica, quanto aos procedimentos. O corpus analisado é constituído por quinze artigos categorizados em pesquisa teórica ou aplicada e também a partir dos seus temas, métodos e resultados. A análise ainda consistiu em verificar como o plano de gestão de dados é mencionado em cada pesquisa, de modo a revisar o tratamento do tema na literatura da ciência da informação brasileira. Os resultados permitiram identificar quatro pesquisas que estudam diretamente o tema plano de gestão de dados sob o ponto de vista da sua relação com os princípios FAIR, como instrumento essencial em repositórios de dados de pesquisa e como modelo para a descrição do processo de pesquisa como um todo.</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 PAULA ARAÚJO, VIVAZ BANDEIRA http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/295 REFLEXÃO SOBRE A SITUAÇÃO GEOLINGUÍSTICA DA PROVÍNCIA DO UÍGE (ANGOLA) 2024-04-29T10:53:58+00:00 EDUARDO DAVID NDOMBELE eduardondombele422@gmail.com <p>O presente trabalho pretende descrever a situação geolinguística da província do Uíge, província situada a norte de Angola. Para essa pesquisa descritiva, em primeira instância delimitamo-la em torno do tema expresso, posteriormente, seleccionamos a bibliografia relevante que nos auxiliou a redigir este artigo. A presente pesquisa é de carácter bibliográfico, e, considerou a leitura, análise e discussão de diversas obras com o objectivo de apresentar aos leitores as suas implicações na aprendizagem da Língua Portuguesa. Em debate sobre o assunto, baseando-nos nas teorias cultulinguísticas, analisamos a situação geolinguística em virtude de muitos munícipes desta província não possuírem o português como a sua Língua Materna ou como sua principal língua de comunicação em contexto familiar</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 EDUARDO NDOMBELE http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/296 USO DO ANALISADOR DE SENTIMENTO DO LINGUAKIT NO DISCURSO DA CAMPANHA ELEITORAL ANGOLANA DE 2022 2024-04-29T11:09:52+00:00 BERNARDO SACANENE bernardo.sacanene@espbengo.ed.ao <p>Em Angola, regista-se antes, durante e após os períodos eleitorais momentos de algumas tensões. Pensa-se que os discursos dos líderes políticos, de alguma forma, estarão na base dessas tensões. Assim, no presente trabalho, pretende-se analisar a polaridade dos discursos dos presidentes de partidos políticos de modo a perceber a relação entre os discursos e as tensões nos períodos em referência. Para a compreensão do fenómeno, recolheu-se os discursos da campanha eleitoral de 2022 de dois partidos políticos angolanos: MPLA e UNITA. O estudo obedeceu aos seguintes critérios metodológicos: (i) extração dos discursos escritos, o MPLA na página oficial do <em>Facebook</em> (<em><u><a href="https://web.facebook.com/PresidedaRepublica">https://web.facebook.com/PresidedaRepublica</a></u>)</em>; (ii) extração dos discursos orais a UNITA do <em>YouTube (<u><a href="https://www.youtube.com/watch?v=wR4b-YwQj20">https://www.youtube.com/watch?v=wR4b-YwQj20</a></u> )</em>; (iii) conversão, em áudios, dos discursos extraídos do <em>YouTube; </em>(iv) transcrição dos áudios no EXMARaLDA&nbsp;Partitur Editor; (v) o uso do SentiLex (Carvalho &amp; Silva, 2015) que serviu de seed word (Taboada, Brooke, Tofiloski, Voll, &amp; Stede, 2011); (vi) cálculo da polaridade mediante o analisador de sentimento do Lingua<em>kit</em> (Gamallo &amp; Garcia, 2017). O <em>corpus</em> que serviu de base de análise está constituído por dez discursos, cinco para cada um dos partidos, formando um minicorpus de 29&nbsp;457 palavras. Os resultados mostram que há mais palavras positivas do que negativas nos discursos analisados. A abundância de palavras com polaridades positivas permite concluir que as tensões podem ter outras motivações.</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 BERNARDO SACANENE http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/297 BATALHA DO CUITO CUANAVALE: DA DISTENSÃO POLÍTICA AO DESAFIO ECONÓMICO REGIONAL 2024-04-29T11:29:15+00:00 ISSAU CAMACOZA Ilgeopolitico@gmail.com <p>A Batalha do Cuito Cuanavale, ocorrida entre 15 de Novembro de 1987 e 23 de Março de 1988, é o acto bélico final de uma série de ataques e contra-ataques entre as Forças Populares de Libertação de Angola (FAPLA), aliadas ao contingente Militar Cubano e às Forças de Defesa da África do Sul (SADF), aliadas à União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), no corredor entre as regiões de Mavinga e Cuito Cuanavale, no Sul de Angola. Dada a vigência do período de co-existência pacífica essencialmente entre os Estados Unidos (EUA) e a União Soviética (URSS), bem como da prevalência dos realinhamentos ideológico-políticos e militares dos EUA com a África do Sul do <em>Apartheid</em> e a UNITA, e a URSS com a República Popular de Angola, o clima de desanuviamento internacional, assim como o êxito final da batalha determinarão a alteração do <em>status quo</em> na região Austral, por meio dos Acordos Tripartidos de Nova Iorque assinados a 22 de Dezembro de 1988 entre os Governos de Angola, de Cuba e da África do Sul. No entanto, a transformação da Organização de Unidade Africana (OUA) em curso desde finais da década de 1990 e a aposta de África na integração regional e continental no sentido da promoção do desenvolvimento, para a região Austral isto só será possível tendo em conta o desanuviamento político e a estabilidade política trazidos pelo desfecho da batalha. Através do método histórico, da contextualização, da técnica de revisão da literatura e análise dos documentos institucionais pretendemos analisar a correlação existente entre a distensão política internacional e/ou regional e os seus efeitos, <em>a posteriori</em>, na integração económica regional, com realce para descrição de alguns desafios económicos que enfrenta a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 ISSAU CAMACOZA http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/284 PRODUÇÃO CIENTÍFICA INTERDISCIPLINAR: SAÚDE, EDUCAÇÃO E POLÍTICA EM PAUTA 2024-04-27T13:16:57+00:00 ELISEU FRAGOSO BALANDA CHIPACO eliseu.chipaco@ispsn.org <p>Apresentamos a edição especial da Revista Sol Nascente (RSN). Foram quatro meses de muito trabalho, sacrifício e renúncia derivada tanto da publicação do último número de 2023, no mês de Dezembro, como também da planificação e organização do próximo monográfico que deverá ser publicado em Junho do corrente ano. Foram momentos de satisfação pelos trabalhos que terão impacto na comunidade académica, quanto no aprendizado do processo de edição especial de uma importante revista.</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 ELISEU cHIPACO http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/298 RECENSÃO CRÍTICA: EDUCAÇÃO E LIBERDADE DE ESCOLHA 2024-04-29T11:40:17+00:00 ELISEU FRAGOSO BALANDA CHIPACO eliseu.chipaco@ispsn.org <p>O historiador Paulo Guinote, na sua obra “Educação e Liberdade de Escolha”, promete desenvolver o conceito que parece ser o mais consensual e que se apresenta como valor absoluto em democracia. Através de uma linguagem fluída, o autor começa por chamar atenção ao paradoxo do valor absoluto da liberdade, que cede perante a necessidade de múltiplos compromissos para que a liberdade de todos e de cada um se viva de formas a que não se limite as liberdades individuais dos outros.</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 ELISEU CHIPACO http://revista.ispsn.org/index.php/rsn/article/view/299 RECENSÃO CRÍTICA: EDUCAÇÃO DIGITAL: PARA O DESENVOLVIMENTO CURRICULAR E AQUISIÇÃO DE COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS 2024-04-29T11:50:40+00:00 ELISEU FRAGOSO BALANDA CHIPACO eliseu.chipaco@ispsn.org <p>Trata-se do livro de Sara Dias-Trindade, Docente do Departamento de História, Estudos Europeus da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e de José Moreira, Professor Associado no Departamento de Educação e Ensino a Distância da Universidade Aberta. O livro ocupa-se em explicar como a educação digital pode contribuir para a estruturação de ambientes digitais focados no desenvolvimento curricular e na aquisição de competências transversais. Neste caso, e em primeira instância, podemos considerar que a concretização da sua publicação dá o devido mérito a um trabalho de investigação de elevado mérito.</p> 2024-04-27T00:00:00+00:00 Direitos de Autor (c) 2024 ELISEU CHIPACO